Língua Portuguesa - FIGURAS DE LINGUAGEM

          

 

 

 


 
portuguÊs - FIGURAS DE LINGUAGEM


O QUE SÃO FIGURAS DE LINGUAGEM

Figuras de linguagem são estratégias, argumentos estilísticos ou modais que o escritor pode usar no texto para incutir um efeito determinado na interpretação do leitor. São formas de expressão que poderá prender mais a atenção de quem lê o texto, exatamente pela diversidade e peculiaridade de sentidos, que dependendo da quantidade de usos pode vir a se tornar uma características globais do texto, formando um estilo. Podem relacionar-se com aspectos semânticos, fonológicos ou sintáticos das palavras afetadas.
Por exemplo:
Eu já disse isso mais de um milhão de vezes! (Exemplo de hipérbole)

FIGURAS DE LINGUAGEM - CLASSIFICAÇÃO

Embora não haja apenas uma maneira de classificá-las, as figuras de linguagem podem ser divididas em:

Figuras de palavras (figuras semânticas ou tropos) e/ou figuras de pensamento

Alegoria
Antífrase
Antítese
Antonomásia ou perífrase
Apóstrofe
Catacrese
Comparação por símile
Comparação simples
Disfemismo
Eufemismo
Enumeração
Matiazite
Gradação
Hipálage
Hipérbato
Hipérbole (oposto de Litotes)
Ironia
Litotes (oposto da Hipérbole)
Metáfora
Metalepse
Metonímia (ou sinédoque)
Onomatopéia
Paradoxo
Personificação (ou prosopopeia)
Sinestesia
Oximoro

Figuras de linguagem mais usadas

Paradoxo & Antítese

Paradoxo é a aproximação de palavras contrárias.
Ex: Já estou aprendendo a amar quem me odeia.
Antítese consiste na exposição de palavras contrárias.
Ex: Ele não odeia, ama.

Na explicação do professor Paulo Hernandes fica evidente a diferença entre estas duas figuras de linguagem frequentemente confundidas:
"Como podemos ver, na antítese, apresentam-se idéias contrárias em oposição. No paradoxo, as idéias aparentam ser contraditórias, mas podem ter explicação que transcende os limites da expressão verbal."

Catacrese

É a figura de linguagem que consiste na utilização de uma palavra ou expressão que não descreve com exatidão o que se quer expressar, mas é adotada por não haver outra palavra apropriada - ou a palavra apropriada não ser de uso comum.
Ex: Não deixe de colocar dois dentes de alho na comida.

Comparação

Como o próprio nome diz essa figura de linguagem é uma comparação feita entre dois termos com o uso de um conectivo.
Ex: O Amor queima como o fogo

Metáfora

É uma comparação feita entre dois termos sem o uso de um conectivo.
Ex: Eu sou um poço de dor e estupidez.
Disfemismo ou Cacofemismo
É uma figura de estilo (figura de linguagem) que consiste em empregar deliberadamente termos ou expressões depreciativas, sarcásticas ou chulas para fazer referência a um determinado tema, coisa ou pessoa, opondo-se assim, ao eufemismo. Expressões disfêmicas são freqüentemente usadas para criar situações de humor.
Ex: Comer capim pela raiz

Hipérbole ou Auxese

É a figura de linguagem que consiste no exagero.
Ex: "Rios te correrão dos olhos, se chorares!"

Metonímia ou Transnominação

É a figura de linguagem que consiste no emprego de um termo por outro, dada a relação de semelhança ou a possibilidade de associação entre eles. Definição básica: Figura retórica que consiste no emprego de uma palavra por outra que a recorda.
Ex: Lemos Machado de Assis por interesse. (Ninguém, na verdade, lê o autor, mas as obras dele em geral.)

Personificação ou Prosopopéia (no Brasil, apenas Prosopopéia)

É uma figura de estilo que consiste em atribuir a objetos inanimados ou seres irracionais sentimentos ou ações próprias dos seres humanos.
Ex: O Sol amanheceu triste e escondido.

Perífrase

Consiste no emprego de palavras para indicar o ser através de algumas de suas características ou qualidades.
Ex: Ele é o rei dos animais. (Leão)
Ex: Visitamos a cidade-luz. (Paris)


Ironia

Consiste em apresentar um termo em sentido oposto.
Ex: Meu irmão é um santinho (malcriado).
Eufemismo
Consiste em suavizar um contexto.
Ex: Você faltou com a verdade (Em lugar de mentiu).

ARTIGOS RELACIONADOS

**   EXERCÍCIOS FIGURAS DE LINGUAGEM
**   EXEMPLOS FIGURAS DE LINGUAGEM