Português - TESTES COMPLEMENTO NOMINAL

          

 

 

 

 

SOBRE COMPLEMENTO NOMINAL

 

 

Em análise sintática, complemento nominal é um termo integrante da oração, referente a substantivo, adjetivo e advérbio, que completa o sentido de um substantivo.

Complemento nominal é a parte paciente, podendo ser representada.

Exemplo: "João ficou à disposição…

A pergunta inevitável é: de que? ou de quem? A resposta (da empresa, da Justiça, da família, da escola, etc.) é um complemento nominal, porque completa o sentido de um nome (à disposição).

Outros exemplos: "Faz tempo que não tenho notícia de Joaquim" "Sou favorável à sua promoção". "Tenho esperança de que seus planos dêem certo".

Os termos assinalados completam o sentido de nomes (notícia - substantivo - e favorável - adjetivo). O complemento nominal pode ser até uma oração, classificada como "subordinada substantiva completiva nominal", que completa o sentido de um substantivo, adjetivo ou advérbio da oração subordinante: "Tenho esperança de que ele venha".

A oração subordinada completa o sentido do substantivo esperança. Repare que esse tipo de oração é sempre introduzido por uma preposição, clara ou subentendida (no exemplo, a preposição "de").

Como o próprio nome já diz, o complemento nominal completa o sentido da frase.

Ex.: " Está difícil o pagamento das dívidas " das dívidas completa o sentido da frase.

E também, para finalizar, devemos saber que o termo preposicionado para ser complemento nominal terá que estar ligado a um substantivo abstrato que seja o receptor, o alvo da ação. No exemplo dado acima "pagamento" é um substantivo abstrato, pois precisa de algo para existir, e "das dívidas" é o complemento nominal, pois as "dívidas" é o agente receptor/alvo da ação, as "dívidas" estão sendo o ALVO do pagamento. O complemento nominal pode ser substantivo, adjetivo, advérbio ou expressão ou oração.

1) (COMPLEMENTO NOMINAL) Analise sintaticamente o pronome reflexivo em destaque: O caçador medicou-se.

a) sujeito
b) objeto direto
c) objeto indireto
d) complemento nominal

2) "O herdeiro, longe de compadecer-se, sorriu e, por esmola, atirou-lhe três grãos de milho. O se no trecho anterior é:


a) índice de indeterminação do sujeito
b) pronome apassivador
c) parte integrante do verbo
d) complemento nominal



3) (COMPLEMENTO NOMINAL) Transpondo para a voz ativa a frase: "Os ingressos haviam sido vendidos com antecedência", obtém-se a forma verbal:

a) venderam
b) vendeu-se
c) venderam-se
d) haviam vendido



4) Assinale a única opção em que o verbo não se encontra na voz passiva:
a) Far-se-ão registros e títulos eleitorais.
b) O cabo eleitoral e o candidato elogiaram-se durante a votação.
c) Apuraram-se rapidamente os votos daquela região.
d) Em outras épocas já se fizeram experiências semelhantes.



5) "Suas ações deixaram nossos companheiros boquiabertos."
No período acima, encontra-se:
a) adjunto adnominal
b) complemento nominal
c) predicativo do sujeito
d) verbo transitivo indireto



6) (COMPLEMENTO NOMINAL) A questão tomam por base o seguinte texto.
A concorrência constitui ingrediente fundamental do crescimento. Sem concorrência não há inovação, e sem inovação não há crescimento sustentado. O Brasil acordou na questão da concorrência. Agora é preciso
5 dotá-la de recursos adequados e implementá-la de acordo com as especificidades do país. Na defesa da concorrência, como de resto em várias áreas da política pública, é preciso copiar um clichê do mundo corporativo multinacional: manter a visão global sem
10 perder o enfoque local.
(Adaptado de Gesner Oliveira, Concorrência global, enfo que local, Folha de São Paulo, 28 de janeiro de 2006)
Julgue os seguintes itens a respeito da organização dos argumentos no texto.
I. O segundo período sintático justifica, ou explica, o que declara a oração inicial.
II. O terceiro período sintático fornece uma causa para o que afirmam o primeiro e o segundo.
III. O quarto período sintático fornece uma finalidade para a ideia expressa na oração inicial.
IV. O quinto período sintático explicita uma das necessidades subentendidas no período anterior.
Estão corretos apenas:

a) I e II
b) I, II e III
c) I e IV
d) II, III e IV



7) (COMPLEMENTO NOMINAL) A correta transposição da voz ativa para a passiva conserva a equivalência de sentido entre as seguintes construções:

a) os brasileiros deram uma resposta / uma resposta tem sido dada pelos brasileiros
b) nem por isso entregaríamos o país ao despotismo / nem por isso o país seria entregue por nós ao despotismo
c) que os militares resolvam a situação / que os militares venham a resolver a situação
d) aceitariam uma ditadura / uma ditadura teria sido aceita



8) "Mas, por serem verdades absolutas [...] não dão muito espaço para a polêmica."
É CORRETO afirmar que a oração destacada nesse período tem o sentido de uma:

a) causal.
b) comparativa.
c) condicional.
d) consecutiva.



9) (COMPLEMENTO NOMINAL) Assinale a única opção que não pode ser passada para a voz passiva:

a) Ter-se-iam verificado as falhas.
b) Divulgou-se o índice da inflação.
c) Vendem-se casas a seus inquilinos.
d) Trata-se de uma infâmia.



10) (COMPLEMENTO NOMINAL) Na frase "O juiz julgou o réu culpado", é incorreto afirmar que:

a) "julgou" é verbo transitivo direto e indireto
b) "julgou" é verbo transitivo direto
c) "culpado" é comlemento nominal
d) O predicado da frase é classificado como verbo nominal

1-b
2-c
3-d
4-b
5-a
6-c
7-b
8-a
9-d
10-a


 


Interpretação de textos?
      CARREGAR  EXERCÍCIO